Recentes Posts

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 10:02 0 comentários

SE TEM PT NO MEIO TEM SUJEIRA, TEM TRAPALHADA

O jornalista dinamarquês Mikkel Jensen tinha o sonho de cobrir a Copa do Mundo no Brasil, mas não o cumprirá. Segundo ele, que esteve no país desde setembro do ano passado, as mudanças praticadas no país são feitas unicamente para impressionar pessoas como ele e a imprensa internacional. "Eu sou um cara usado para impressionar", justificou, em artigo publicado em seu perfil do Facebook (e que pode ser lido abaixo).
O sonho de Jensen de assistir "o melhor esporte do mundo em um país maravilhoso" terminou a apenas dois meses do pontapé inicial. Em visita a Fortaleza, "a cidade mais violenta a receber um jogo de Copa do Mundo até hoje", o dinamarquês esteve em contato com algumas crianças de rua. Uma delas lhe ofereceu um pacote de amendoins, e o impressionou.
"Esse cara, que não tem nada, ofereceu a única coisa de valor que tinha para um gringo que carregava equipamentos de filmagem no valor de R$ 10.000 e um Master Card no bolso. Inacreditável", relatou Jensen.
O jornalista optou por deixar o país quando se deu conta de que muitas crianças em situação de rua estão desaparecendo para dar aos turistas uma imagem mais "limpa" das cidades-sede. "Eu não posso cobrir esse evento depois de saber que o preço da Copa não só é o mais alto da história em reais – também é um preço que eu estou convencido incluindo vidas das crianças", escreveu.
"Hoje, vou voltar para Dinamarca e não voltarei para o Brasil. Minha presença só está contribuindo para um desagradável show do Brasil. Um show, que eu dois anos e meio atrás estava sonhando em participar, mas hoje eu vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para criticar e focar no preço real da Copa do Mundo do Brasil", concluiu Jensen, que já está de volta à Dinamarca.
Leia o artigo na íntegra:
Quase dois anos e meio atrás eu estava sonhando em cobrir a Copa do Mundo no Brasil. O melhor esporte do mundo em um país maravilhoso. Eu fiz um plano e fui estudar no Brasil, aprendi Português e estava preparado para voltar.
Voltei em setembro de 2013. O sonho seria cumprido. Mas hoje, dois meses antes da festa da Copa eu decidi que não vou continuar aqui. O sonho se transformou em um pesadelo.
Durante cinco meses fiquei documentando as consequências da Copa. Existem várias: remoções, forças armadas e PMs nas comunidades, corrupção, projetos sociais fechando. Eu descobri que todos os projetos e mudanças são por causa de pessoas como eu – um gringo e também uma parte da imprensa internacional. Eu sou um cara usado para impressionar.
Em Março, eu estive em Fortaleza para conhecer a cidade mais violenta a receber um jogo de Copa do Mundo até hoje. Falei com algumas pessoas que me colocaram em contato com crianças da rua e fiquei sabendo que algumas estão desaparecidas. Muitas vezes, são mortas quando estão dormindo a noite em área com muitos turistas. Por que? Para deixar a cidade limpa para os gringo e a imprensa internacional? Por causa de mim?
Em Fortaleza eu encontrei com Allison, 13 anos, que vive nas ruas da cidade. Um cara com uma vida muito difícil. Ele não tinha nada – só um pacote de amendoins. Quando nos encontramos ele me ofereceu tudo o que tinha, ou seja, os amendoins. Esse cara, que não tem nada, ofereceu a única coisa de valor que tinha para um gringo que carregava equipamentos de filmagem no valor de R$10.000 e uma Master Card no bolso. Inacreditável.
Mas a vida dele está em perigo por causa de pessoas como eu. Ele corre o risco de se tornar a próxima vítima da limpeza que acontece na cidade de Fortaleza.
Eu não posso cobrir esse evento depois de saber que o preço da Copa não só é o mais alto da historia em reais e centavos – também é um preço que eu estou convencido incluindo vidas das crianças.
Hoje, vou voltar para Dinamarca e não voltarei para o Brasil. Minha presença só está contribuindo para um desagradável show do Brasil. Um show, que eu dois anos e meio atrás estava sonhando em participar, mas hoje eu vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para criticar e focar no preço real da Copa do Mundo do Brasil.
Alguém quer dois ingressos para França – Equador no dia 25 de Junho?
Mikkel Jensen - jornalista independente do Dinamarca e correspondente em Rio de Janeiro

Fonte: Revista Placar

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 07:07 0 comentários

O BRASIL SE TRANSFORMOU EM UMA ENORME TEIA DE CRIMES OUSADOS E CORRELATOS

O cidadão brasileiro que ainda tem um pouco do sangue azul amarelo correndo em suas veias que, ao ler as informações que se seguem, ainda venha a acreditar nas mentiras desse partido que domina o nosso país, então não restará a menor esperança para o nosso povo. Certamente, muito em breve, tudo que foi planejado por esse bando de guerrilheiros se concretizará - o comunismo cubano será implantado e todos irão chupar cana.
É inadmissível que um país como nosso possa vir a ter um destino tão cruel e sórdido porque meia duzia de guerrilheiros que ocuparam o poder assim o desejam. 
Cadê a dignidade do brasileiro? Cadê os homens de honra desse país? Cadê os valores básicos de uma sociedade?
Sob o manto do PT, o Brasil se transformou em uma enorme teia de crimes ousados e correlatos. 
Leia o que se segue relatado pelo site ucho.info:

Muito antes de chegar ao poder central, com a eleição de Lula, o PT já praticava crimes de corrupção e outros mais, sem que a população se preocupasse com o perigo que isso representava. Depois que o PT se instalou no Palácio do Planalto, os crimes cresceram em número, formando uma teia assustadora e com muitas interconexões. Esse cenário vem corroendo de forma contínua o Brasil, mas o aparelhamento da máquina estatal impede que os mesmos sejam investigados.
O primeiro grande desmando, que serviu de alicerce para a teia criminosa e que terminou com a trágica e brutal morte de Celso Daniel, foi o esquema de cobrança de propina ao qual foram submetidos os empresários de Santo André, em especial os do setor de ônibus. A operação criminosa era marcada por tanta ousadia, que qualquer organização mafiosa sentir-se-ia apequenada se visse a destreza dos petistas.
Celso Daniel foi torturado antes de ser assassinado, pois, além de ter se rebelado contra um esquema que havia escapado ao controle, se negou a revelar detalhes das contas bancárias no exterior onde estava depositada parte do dinheiro da propina. Mara Gabrilli, deputada federal pelo PSDB e filha de um então empresário de ônibus de Santo André, acusou Gilberto Carvalho de ser a pessoa responsável ela coleta do dinheiro imundo. Gabrilli não faltou com a verdade ao fazer tal acusação, até porque ela vivenciou os fatos na empresa do pai.
O dinheiro arrecadado criminosamente em Santo André serviria para ajudar no financiamento da campanha de Lula à presidência, em 2002. As quantias arrecadadas eram entregues a José Dirceu, que à época presidia o Partido dos Trabalhadores. Parte desse dinheiro era trocada por dólares, operação que era realizada com Nelma Kodama, que gosta de ser chamada como “a grande dama do mercado de câmbio”. Mais adiante o leitor saberá mais sobre Nelma Kodama.
Abusada em suas declarações e muitas vezes se valendo da ironia, Nelma Kodama tinha ligações e parentesco com ex-juiz federal João Carlos da Rocha Mattos, flagrado na Operação Anaconda, da Polícia Federal. Nelma foi concunhada de Rocha Mattos, pois viveu com o irmão de Norma Emílio, que foi casada com o ex-juiz.
João Carlos da Rocha Mattos sempre negou conhecer Nelma Kodama, mas alguns fatos levam a concluir o contrário. Não por acaso, a Polícia Federal apreendeu na casa de Rocha Mattos, durante a Operação Anaconda, um CD com as gravações telefônicas do caso Celso Daniel. Como Nelma Kodama circulava com desenvoltura entre os petistas corruptos de Santo André, o que explica as acusações supostamente infundadas contra o ex-concunhado. Mattos foi flagrado em um milionário esquema de venda de sentenças judiciais, mas sua situação piorou muito por saber detalhes dos fatos que antecederam a morte de Celso Daniel.
O dinheiro da propina de Santo André acabou, em parte, depositado em contas bancárias no exterior, como já mencionamos. Sem ter como repatriar esse dinheiro, o PT se valeu dos empréstimos fictícios do Mensalão para viabilizar a operação que trouxe de volta ao Brasil os recursos provenientes da propina cobrada na cidade do ABC paulista. Até porque, nenhuma instituição financeira concede empréstimos milionários a partidos políticos sem as devidas garantias e apenas com avais suspeitos. O dinheiro depositado no exterior foi repassado ao Tradelink Bank, braço internacional do finado Banco Rural, que no Brasil entregou o dinheiro ao PT por meio de empréstimos bancários. Vale lembrar que não foi uma simples coincidência a quebra do Banco Rural, depois que o Supremo Tribunal Federal condenou os mensaleiros.
O milionário caixa do Mensalão do PT não foi alimentado apenas com o dinheiro desviado do Visanet e com as somas que estavam depositadas no exterior, mas também com polpudos aportes feitos por empresários oportunistas que desejavam se aproximar do núcleo duro do governo do malandro Lula. É nesse ponto que o Mensalão do PT cruza o caminho da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, que desbaratou um esquema criminoso ancorado por proeminentes (sic) figuras do mercado financeiro.
O esquema decorrente da Satiagraha passava obrigatoriamente pelas agências de propaganda de Marcos Valério Fernandes de Souza, que superfaturava, com o conhecimento de determinado cliente, campanhas publicitárias de duas empresas de telefonia celular. A diferença entre o valor real da campanha e o superfaturado era despejada no caixa do Mensalão do PT, pois um dos alvos da Operação Satiagraha precisa se aproximar dos fundos de pensão de empresas públicas federais, em sua maioria controlados por petistas. Foi a partir dessa operação canhestra que José Dirceu passou a trabalhar como lobista de um dos investigados pela Satiagraha.
Um dos principais protagonistas do Mensalão do PT, José Janene, já falecido, transitava com muita intimidade no Palácio do Planalto, a ponto de certa vez, ao se referir a Lula, ter colocado em xeque a honra da mãe do então presidente da República. “Avisa esse filho da puta…”, disse Janene durante uma acalorada discussão nos bastidores da Câmara dos Deputados.
Paranaense, José Janene era compadre Alberto Youssef e foi responsável por apresentar o doleiro aos petistas de Londrina, começando por André Vargas e Paulo Bernardo da Silva, marido da senadora Gleisi Hoffmann e atual ministro das Comunicações. Youssef sempre foi a ponta financeira dos negócios nada ortodoxos comandados por Janene, muitos dos quais com prefeituras administradas por petistas.
A mais nova ponta da teia de crimes cometidos sob a égide do PT fica por conta da Operação Lava-Jato. Durante as investigações, a Polícia Federal prendeu Nelma Kodama no Aeroporto de Guarulhos. Kodama estava pronta para embarcar para a Europa quando foi flagrada com 200 mil euros na calcinha. A “grande dama do câmbio” disse aos policiais que o dinheiro seria utilizado na compra de móveis refinados na Europa, mas que não informou à Secretaria da Receita Federal porque o posto da repartição no aeroporto estava fechado.
Para quem já foi responsável pelas operações de cambio dos marginais de Santo André, levar 200 mil euros na calcinha é excesso de inocência. Ao abordar Nelma Kodama, a PF já tinha informações sobre o pacote de dinheiro, conseguidas a partir de grampos telefônicos. Informações preliminares dos policiais dão conta que a soma encontrada com Nelma era proveniente do tráfico de drogas, sonegação de impostos e contrabando de pedras preciosas, mas é muito pouco se considerados as supostas fontes da lavanderia financeira.
Comenta-se nos bastidores que o dinheiro estava sendo levado à Europa a pedido de um dos advogados que atuaram no julgamento da Ação Penal 470 (Mensalão do PT) e seria parte dos honorários. Caso enverede por essa linha de investigação, a Polícia Federal poderá desmontar uma nova quadrilha.

Segunda fase da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, desvenda negócio milionário na Petrobras
Na manhã desta sexta-feira (11), a Polícia Federal deflagrou o segundo capítulo da Operação Lava-Jato, cumprindo mandado de busca e apreensão na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro. O alvo da PF é a contratação, por parte da petroleira, das empresas Ecoglobal – Ambiental Comércio e Serviços Ltda. e da Ecoglobal Overseas LCC. O contrato de locação de equipamentos e fornecimento de serviços técnicos especializados, por ocasião da assinatura, tinha o valor de R$ 443,8 milhões. A Polícia Federal cumpriu mandatos de busca, apreensão, prisão e condução coercitiva em São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Macaé e Niterói.
A PF suspeita que na mesma época da assinatura do contrato uma negociação tinha como foco a venda de 7% das cotas das empresas Ecoglobal para um grupo que contava com a participação do doleiro Alberto Youssef, preso em Curitiba. A transação se deu através da Quality Holding, de propriedade de Youssef, e de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobras e representado no negócio pela Sunset Global Participações. Do negócio, estimado em R$ 18 milhões, participou uma terceira empresa, a Tino Real Participações.
Durante as investigações, a Polícia Federal identificou que a cessão de cotas estava condicionada à conclusão do contrato da Petrobras com a Ecoglobal. Uma carta-proposta, classificada como confidencial e assinada pelos envolvidos no negócio, foi localizada pelos policiais.
Os investigadores apontam que o próprio negócio da cessão de cotas é condicionado à efetivação do contrato da Ecoglobal com a Petrobrás. A PF localizou carta-proposta confidencial subscrita pelos negociantes e datada de 18 de setembro de 2013. A suspeita da PF está no fato de uma empresa, com contrato no valor de R$ 443 milhões, decida vender 75% das cotas por apenas R$ 18 milhões.
O desdobramento da Operação Lava-Jato explica o nervosismo que se instalou no Palácio do Planalto diante da possibilidade de uma CPI conseguir abrir a caixa de Pandora da Petrobras. Não por acaso, durante conversa com Dilma, o ex-presidente Lula disse que era preciso inviabilizar a criação da CPI da Petrobras, como quer a oposição.

Aqui mais um caso explícito de censura:
Câmara pode ouvir presidente e ex-diretoras do IBGE, demissionárias após ingerência do Planalto
Líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho (PE) protocolará na Comissão de Fiscalização e Controle, na próxima segunda-feira (14), requerimentos de convite à presidente do IBGE, Wasmália Bivar; à ex-diretora de pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Marcia Quintslr; e à ex-coordenadora-geral da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), Denise Britz do Nascimento Silva. O parlamentar conhecer os reais motivos que levaram as profissionais a pedirem demissão. O deputado pretende convocar também o ministro das Cidades, Gilberto Occhi.
Mendonça Filho diz que a oposição agirá para evitar que o IBGE seja totalmente aparelhado, a exemplo do que já ocorre em órgãos similares de Argentina e Venezuela. “Existem indícios de que o governo quer transformar o instituto em agente de notícias eleitoreiras. No momento em que o desemprego cresce, o temor da população também, o governo petista tenta esconder o que se passa com o País. Não adianta, porque as últimas pesquisas já demonstram que o brasileiro sente que as coisas não vão bem em seu dia-a-dia”, disse.
O parlamentar pernambucano disse que a suspensão do Pnad Contínua “cheira muito mal”. “Usam um argumento de que o cumprimento da lei da FPE seria o motivo, mas não é mera coincidência essa notícia sair logo depois que a inflação é a maior dos últimos 11 anos e quando o desemprego cresceu. Metodologia não se muda para agradar A ou B. Se segue”, disse.
Mendonça Filho afirmou que o fato de 18 coordenadores e gerentes ameaçarem com a entrega de seus cargos reforça a necessidade de investigar.
Há muito que o IBGE vem sendo aparelhado pelo PT, que luta para que a dura e cotidiana realidade da nação não chegue ao conhecimento dos brasileiros. Além do aparelhamento, o IBGE, de um tempo para cá, foi obrigado a submeter ao crivo do Palácio do Planalto as pesquisas sobre a inflação oficial, como se a verdade pudesse ser escondida.
Como Dilma Rousseff e seus incompetentes asseclas conseguiram quebrar a economia nacional, mergulhando o País em grave e preocupante crise, o governo bem que tentou maquiar a verdade, mas os números da economia, auferidos por órgãos independentes, impedem que essa armação tenha qualquer chance de sucesso.

Doleiro preso lavou dinheiro para o marido de Gleisi a mando de André Vargas, aponta o MP do Paraná
As ligações criminosas entre o petista André Vargas e o doleiro Alberto Youssef (à direita na foto) têm registro policial desde 1999. O doleiro e o deputado foram protagonistas de um escândalo de corrupção no Paraná e desde então respondem na Justiça pelo feito. Trata-se do caso AMA/Comurb, o maior escândalo de corrupção da história de Londrina, reduto político-eleitoral de Vargas. Pelo menos R$ 14 milhões, em valores da época, foram desviados da prefeitura por meio de licitações fraudulentas.
Parte desse dinheiro passou pela lavanderia de Youssef e, através de André Vargas, desembocou no caixa da campanha do atual ministro das Comunicações, Paulo Bernardo da Silva , marido de Gleisi Hoffmann e que à época disputava uma vaga de deputado federal pelo PT. Na ocasião, Vargas era coordenador da campanha de Bernardo, assim como agora coordena a campanha de Gleisi ao governo do Paraná.
O dinheiro saiu dos cofres municipais de Londrina e, pelo menos, R$ 120 mil acabaram no esquema de Youssef, e R$ 10 mil aterrissaram no bolso de André Vargas, de acordo com o Ministério Público do Paraná. Então militante do PT, Vargas coordenava as campanhas locais do partido, como aconteceu com a de Paulo Bernardo à Câmara dos Deputados. Para a Promotoria, o dinheiro abasteceu essas campanhas e foi “lavado” por Youssef em uma conta bancária fantasma.
“[Vargas e Youssef] Receberam dinheiro na mesma ocasião, fruto do mesmo desvio, no mesmo dia. Estão ligados ao mesmo núcleo do caso”, afirma o promotor Cláudio Esteves de Londrina, que esteve a frente das investigações do caso AMA/Comurb.
Preso desde o último dia 17 de março, o doleiro é apontado pela Polícia Federal como um dos chefes de um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões, segundo apontam as investigações da Operação Lava-Jato.
No PT, o caso Vargas-Youssef-Paulo Bernardo provoca pânico generalizado. É consenso entre os petistas que Vargas precisa ser ejetado da Câmara o quanto antes, pois do contrário inviabilizará a candidatura do ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, escolhido por Lula para disputar o governo de São Paulo. Isso porque sem o aval de Padilha a negociata com o laboratório Labogen jamais prosperaria.
No contraponto, se deixar a Câmara enfurecido e contrariado, André Vargas poderá contar o que sabe e implodir a candidatura de Gleisi Hoffmann no Paraná. O PT terá de lançar mão de doses extras de diplomacia e estratégia, pois a essa altura dos escândalos o mais prudente é não irritar um homem-bomba.

Se isto não são ações de uma quadrilha que assalta em plena luz do dia, então o gambá é um animal excepcionalmente cheiroso. 





sábado, 12 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 23:23 2 comentários

CONFIRA O RESULTADO DA MEGASENA MILIONÁRIA NA VISÃO DO SORTEPRESS

A publicação de alguns resultados das loterias, comentado, segundo a visão do Triângulo Místico do SortePress, tem por objetivo principal informar ao assinante do site os erros e acertos de seus estudos.
Em segundo, dar conhecimento aos visitantes sobre a magia e sabedoria deste método.
É importante para os visitantes observarem como se comportam os números dentro do triângulo.
Aqui nada é por acaso. Para tudo existe uma regra específica que consta do Manual de Ajuda que o assinante recebe.
O triângulo é projetado, através de fórmulas que envolvem as ciências da estatística, numerologia e matemática, aplicadas sobre as informações do concurso passado e projetadas para o futuro. Com o mapa dos códigos em mãos, observa-se as dezenas com possibilidades de sorteios que devem conter os seus indicativos que são: ela (a dezena), a TDS (Trilha da Dezena Sorteada), SFS (o código que passará a ter Se For Sorteada) e o ranking que é a própria dezena sorteada em duplicata.
A magia e mistério do Triângulo Místico do SortePress está em espelhar as dezenas sorteadas de forma ordenada. É possível notar, no concurso abaixo, como elas vão se unindo umas às outras, através dos indicativos acima citados.
Vamos ao resultado do concurso 1590 da Megasena que acumulou e vai pagar um prêmio nesta quarta de R$ 38 milhões de reais. Confira:


Para entender esse emaranhado de números pintados nas cores azul escuro (dezena), vermelho (código), verde (SFS), azul anil (ranking) e marrom (TDS), a leitura deve ter início no número do concurso que está assinalado na cor laranja, pois uma das regras diz "... a primeira dezena sorteada deverá, obrigatoriamente, estar ligada ao número do concurso assinalado, por ela ou um dos seus indicativos".
Note a dezena 07 ligada ao número do concurso, à esquerda o seu SFS 158 (repetição de números é um dos recursos que o triângulo usa para permitir uma ligação. É uma regra). Abaixo vem o ranking 07, visto aqui como código avançado 794. O assinante recebe um mapa com os códigos Avançados que podem ser mostrados no triângulo. À direita a TDS 01 e abaixo o código 496. Também é regra a leitura do 6.e 9, que podem ser lidos como seis ou como nove.
Ligado ao código da 07, temos o ranking da dezena 20, lido da direita para a esquerda. A TDS 02 e o código 210. Na sequência a dezena 20 ( vista com o 2 repetido) que faz a ligação com o SFS 151.
Acima deste vemos a dezena 34, o código 198 que faz a ligação com o ranking 34 e a TDS 03 (em código avançado 364). Abaixo da dezena 34 (azul escuro) temos o SFS 160.
Agora, preste bastante atenção para não se perder. Ligada ao SFS 160 temos a dezena 40 (em código avançado 464. Acima, vemos o ranking 40 (repete um zero) que se une ao SFS 152. A TDS 04 é vista ligada à dezena 40 em código avançado que por sua vez se une ao código 795.
Note o verdadeiro "passeio" dos números que se formam para cumprir as regras do Triângulo. O ranking 44 se une com a dezena 44 através da TDS 05 ( código avançado) que sobe para a esquerda e depois desce (você vai saber porque), se une ao código 138 que se liga ao SFS 163.
Como os indicativos da dezena 55 estão na parte inferior do triângulo e à direita, ele repete a TDS 05 para permitir esta ligação e fechar a sequência das seis dezenas sorteadas. Veja o SFS 142, abaixo a TDS 06 (repete um seis aqui visto como nove), o código 5781, o ranking 55 e e a dezena 55.
Esta é a magia do Triângulo Místico do SortePress que desde 1997 vem mostrando os resultados das loterias no futuro.
Até o ano de 2007 o triângulo refletia de forma mais "pura" os resultados e permitindo que vários assinantes conquistassem prêmios bem significativos, inclusive, este editor. Depois, com as sucessivas transformações ocorridas na sistemática dos sorteios como a mudança dos equipamentos de captação das apostas e dos globos e bolas dos sorteios, ficou mais difícil. É possível notar uma certa interferência humana que, em consequência, prejudica a perfeita vibração dos números. Mesmo assim, ainda é possível a conquista de bons prêmios, pois estamos sempre inovando nas fórmulas do triângulo permitindo superar, de certa forma, essa adversidade.
Para quem não é assinante e desejar assinar basta clicar aqui e usufruir de uma sabedoria mágica que nenhum método disponível tem.


quinta-feira, 10 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 08:11 6 comentários

PT CENSURA GLOBO DE PUBLICAR NOTÍCIAS NEGATIVAS E DERRUBA DIRETOR GERAL

O executivo Octávio Florisbal será substituído da Direção-Geral da Rede Globo porque cansou de suportar as pressões diretas e indiretas do governo, sempre que o jornalismo da emissora detonava matérias negativas contra os esquemas petralhas e de seus aliados. Alegando que a maior rede de televisão do País não pode aceitar se submeter à censura, Florisbal pediu aos irmãos Roberto Irineu e João Roberto Marinho para sair do cargo que será ocupado por alguém com sangue mais frio para suportar tentativas constantes de ingerências políticas: o jornalista Carlos Henrique Schroder - atual diretor-geral de Jornalismo e Esportes.

A versão de que a família Marinho preferiu se blindar contra as armações político-econômicas dos petralhas no poder vazou entre conversas de lobistas que trabalham para importantes afiliadas da Rede Globo. Os irmãos Marinho aceitaram a troca de Florisbal por Schroder porque as pressões sobre a Globo aumentaram, de forma insuportável, depois que o julgamento do Mensalão no STF ganhou os impensáveis desfechos de condenação para os principais réus políticos.

Dirigentes globais foram "desaconselhados" por "emissários do governo" a não tentarem uma entrevista exclusiva com o publicitário Marcos Valério. Muito menos a Globo deveria cogitar de comprar e veicular o conteúdo das tais quatro bombásticas fitas que Valério teria mandado um famoso cineasta gravar e editar para comprometer o ex-presidente Lula da Silva e a cúpula do PT com os mafiosos esquemas do Mensalão. O comando das Organizações Globo preferiu acreditar nas ameaças e anunciou, depressa, a programada e futura substituição de Florisbal por Schroder. O ex-diretor-geral - que cansou de sofrer pressões - acabou "promovido" para um cargo no novo conselho da emissora, cujos sócios são os herdeiros do falecido Roberto Marinho.

Bronca maior - Além de neutralizar a televisão Globo, a máquina de censura petralha gostaria muito de atingir três jornalistas que operam a contra-ofensiva da família Marinho no jornal O Globo : Merval Pereira, Ricardo Noblat e Miriam Leitão - que publicam artigos mais contundentes contra os esquemas mafiosos no governo federal - são os alvos preferenciais da petralhada.

Se a pressão sobre os controladores da Globo aumentar e se tornar insuportável, pode sobrar alguma malvadeza contra um dos três. 


quarta-feira, 2 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 14:06 0 comentários

CPI DA PETROBRAS, MAS UMA BURRICE DE UMA OPOSIÇÃO INÓCUA

O Brasil é realmente um país sui generis durante esta administração petista. Praticamente toda semana temos um grande escândalo de corrupção envolvendo a cúpula petista. E o que acontece? Nada. Nadinha. 
No primeiro momento é aquele bafafá, fede daqui, fede dacolá, é um Deus nos acuda e uma tal de negação total. Ninguém nunca sabe de nada. Forma-se uma confusão tamanha que no frigir dos ovos ninguém sabe mais o que é mentira ou o que é verdade.
Para quem não sabe essa é uma técnica do marketing petista, também conhecida como "enrolation ducks" ou enrolação dos patos.
O tema corruptivo do momento chama-se Petrobras (tiraram o acento não sei por que) e uma eventual CPI.
CPI, caro cidadão, é burrice. CPI pra que? O PT e seus aliados vão controlar tudo e não vão permitir que se apure nada. É perda de tempo. É bom para o governo petista. Você acha que não? 
Como eles se garantem que nada vai dar em nada, essa barulhada toda só serve aos seus propósitos para desviar o foco do tema que mais interessa - eleição 2014.
Parece um contra-senso, mas não é. Só existe uma coisa que o PT não quer permitir que ninguém meta o dedo na ferida. Chama-se VOTO IMPRESSO.
O voto impresso era para ser implantado este ano. Existe uma lei que foi revogada juntamente com essa palhaçada da biometria. A oposição (cadê?) passou batida e se deixa cair nas armadilhas que o PT prepara. Estamos pagando pela burrice e incompetência desses senhores que se dizem da oposição.
Ainda há tempo hábil. Deixa a Petrobrás (com acento) pra lá. O mal já foi feito. Não há como recuperar.
O que tem que ser feito é concentrar todo o poder de fogo e regulamentar o VOTO IMPRESSO para as eleições desse ano. Caso contrário, o Brasil vai ter que continuar engolindo todos os sapos petistas e o país estará a um passo da implantação do comunismo. Pois, com este sistema eleitoral, ninguém ganha do PT no "voto".
Leia o relato da Veja sobre o desejo do senhor Cerveró e depois o que diz o ministro Mantega. Não ria, pois se trata de teatro, mas é teatro sério:

Cerveró - 30 anos de serviço e não aprendeu a ler contratos
EX-DIRETOR DA PETROBRAS DEVE SER OUVIDO NA CÂMARA DIA 16
Nestor Cerveró, autor do parecer que a presidente Dilma Rousseff chamou de 'falho' sobre a compra da refinaria de Pasadena, vai à Câmara
O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró enviou uma carta à cúpula do Congresso Nacional informando que está disposto a ser ouvido pelos deputados, no próximo dia 16, sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobras. Ele foi apontado pela presidente Dilma Rousseff como responsável pelo relatório "falho"  que subsidiou a compra da refinaria no Texas, num negócio que deixou prejuízo de 1,18 bilhão de dólares. 
Após trinta anos na companhia, Cerveró foi demitido  pelo Conselho de Administração da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, no dia 21 de março. Em 2006, ano da compra da refinaria de Pasadena, Dilma era presidente do Conselho de Administração da Petrobras — e chancelou, apoiando-se nos votos favoráveis de todos os demais conselheiros, a conclusão do negócio. Segundo outros integrantes do conselho à época, o documento que fundamentou a decisão foi corroborado por análises do banco Citibank, que deu aval às condições de compra. Naquele ano, a estatal adquiriu 50% da refinaria que pertencia ao grupo belga Astra Transcor por 360 milhões de dólares. Um ano antes, o grupo belga havia arrematado 100% do mesmo negócio por 42,5 milhões de dólares.

O ex-diretor não é obrigado a comparecer à Câmara, mas partidos de oposição negociaram previamente com ele para garantir sua presença no Congresso. Cerveró chegou ao posto de diretor da Petrobras após consulta ao senador petista Delcídio Amaral (PT-MS), embora também seja apadrinhado  pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

“Estou à disposição da Câmara dos Deputados para prestar os esclarecimentos que se fizerem necessários sobre minha participação, à época, na Diretoria Internacional da estatal, bem como toda a tramitação do processo aprovado pelo Conselho de Administração da Petrobras e ainda demais fatos que evidenciam a lisura do meu procedimento”, disse Cerveró em carta encaminhada à Câmara.

Mantega – Pela manhã, em entrevista ao programa da EBC Bom Dia Ministro, o ministro da Fazenda e atual presidente do Conselho de Administração da Petrobras, Guido Mantega, defendeu a compra da refinaria de Pasadena: “Tenho a certeza de que o Conselho de Administração agiu corretamente nessa ocasião. O conselho é formado por pessoas da mais alta competência do setor público e privado. E, portanto, analisou a questão na época que ela foi analisada com toda profundidade necessária”, disse.

Holanda – Além de buscar informações sobre a refinaria de Pasadena, os deputados também se preparam para investigar as denúncias de que a Petrobras teria recebido propina da empresa holandesa SBM Offshore, maior fabricante de plataformas marítimas de exploração de petróleo do mundo. A Câmara instalou nesta quarta-feira a comissão externa que vai viajar à Holanda para acompanhar as apurações do Ministério Público local. Os deputados tmbém vão solicitar relatórios ao Tribunal de Contas da União, ao Ministério Público brasileiro e à Petrobras sobre a offshore.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a SBM Offshore afirma não ter detectado, em investigação interna conduzida por um conselho independente, indícios de pagamentos irregulares a funcionários públicos no Brasil. Depoimento de um ex-funcionário da SBM sugeriu que funcionários da Petrobras haviam recebido propina da empresa holandesa para fechar negócios. Na terça-feira, comunicado da estatal brasileira também informou que a auditoria interna aberta pela Petrobras para investigar as denúncias de suborno também não encontrou evidências que comprovem o pagamento de propina.

Como a comissão externa não tem o poder de quebrar sigilos nem convocar envolvidos nas denúncias. Fazem parte da comissão que vai à Holanda os deputados da oposição Fernando Francischini (SDD-PR), Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Carlos Sampaio (PSDB-SP), além dos governistas Maurício Quintella Lessa (PR-AL), Luiz Alberto (PT-BA), Lucio Vieira Lima (PMDB-RJ), Paulo Magalhães (PSD-BA), Mario Negromonte (PP-BA) e Anthony Garotinho (PR-RJ).


terça-feira, 1 de abril de 2014

Postado por Lucio Neto On 02:33 0 comentários

COPA TERÁ EFEITO "ZERO" NA ECONOMIA, DIZ MOODY'S. VEJA QUEM GANHA

Entender de economia para entender que esta copa do mundo só traz ganhos aos corruptos desse país e às grandes empresas podres de ricas, não se faz necessário. Uma simples regrinha de três mata a charada. Portanto, o cidadão que se deixar enganar pela publicidade do regime petista cubano, que deve entrar no ar este mês, não vai ser por falta de aviso.
Para começo de conversa a escolha do Brasil como país sede foi um ato político do senhor Lula da Silva e que ninguém contou até hoje, o que realmente isto custou ao país.
Para continuar a conversa temos que colocar na nossa regrinha de três os custos adulterados das reformas e construções dos estádios.
O Arena das Dunas, em Natal, por exemplo, custará três vezes mais do que o previsto. Ao final do contrato de 20 anos, incluindo os três de carência, o Governo do Rio Grande do Norte terá pago R$ 1.288.400.000 por este elefante branco, ou seja, o equivalente a três estádios. Depois da copa irá virar cemitério de moscas, enquanto a população segue sem hospitais, sem escolas, rodovias decentes, sem segurança e sem-sem.
Qualquer criança recém-nascida vai sacar que este ato - copa do mundo no Brasil - é a maior imbecilidade em termos administrativos contra o país e a maior ofensa que governantes incompetentes podem fazer com a sua população.
Atrás até da Etiópia, o Brasil está em 116º em facilidade para fazer negócios (legais, of course), 123º para começar um negócio, 159º para pagar impostos, 134º em competitividade, 121º em educação de qualidade, 126º em tarifas, 136º em matemática e educação científica, 114º em qualidade de infra-estrutura, 120º em estradas, 131º em portos (mas o Lula bancou o de Cuba, que a Dilma inaugurou.
Com um retrato desse o que este país quer ao promover uma copa do mundo? Tá na cara! Comissão. Dinheirinho no bolso dos corruptos e das empresas participantes que vão ficar mais ricas ainda. Dentre elas estão as construtoras Andrade Gutierrez, OAS e Mendes Júnior. As grandes corporações como Coca-Cola, Oi e Anheuser-Busch InBev. As emissoras de rádio e televisão. Outros seguimentos vão ganhar um troquinho aqui outro acolá. 
Agora, é você cidadão? Você que banca este festival todo, ganha o que? Você sabe né, não precisa dizer. E vai continuar ganhando só isso, enquanto permanecer como elemento letárgico de uma sociedade permissiva aos desmandos de um governo que se lixa para a sua população.
Se for isto que o cidadão quer, que o cidadão tenha o que realmente deseja. E ponto final.
Leia o que diz sobre o tema o informe da revista Veja:

A Copa do Mundo terá um efeito apenas "passageiro" para a economia brasileira, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira pela agência de classificação de riscos Moody's e assinado pelos analistas Barbara Mattos, Gersan Zurita e Marianna Waltz. "O torneio vai chamar a atenção do mundo. Mas um investimento estimado em 11,1 bilhões de dólares é pequeno em comparação com o tamanho de 2,2 trilhões de dólares da economia do Brasil", afirmam os analistas, lembrando que o evento dura só 32 dias.
Além disso, os analistas alertam que a oportunidade de o país ganhar visibilidade internacional corre o risco de ser maculada por uma possível onda de manifestações nas ruas e projetos de infraestrutura que não tenha ficado prontos até a Copa.
Pelo lado positivo, o relatório da Moody's estima que 3,6 milhões de turistas virão ao país, o que contribuirá para aumentar a receita de empresas de alguns setores, como alimentos, bebidas, hotelaria e locação de veículos. Outro ponto favorável será o ganho com a exposição global na mídia por meio de peças publicitárias, beneficiando, principalmente, grandes corporações como Coca-Cola, Oi e Anheuser-Busch InBev. A maior demanda por publicidade na mídia ainda vai turbinar a receita de emissoras de rádio e televisão.
Pelo lado negativo, os analistas lembram que problemas locais como trânsito pesado, possíveis protestos da população e dispensas de trabalhadores em dias de jogos importantes nas cidades sedes e/ou na TV vão pesar sobre os negócios de outros setores. Nesse caso, a atividade industrial deverá ser prejudicada, afirmam os analistas, citando os setores de mineração, siderurgia, e papel e celulose. As prováveis mudanças nas rotinas da população e da mobilidade nas cidades também podem desestimular consumidores a visitarem shopping centers, o que afetará as operadoras dos empreendimentos e algumas varejistas, estimam os analistas.
Já em outros setores, a Copa do Mundo causará efeitos diversos. Para aviação, por exemplo, é esperado um aumento no volume de passageiros transportados, mas limitações nos preços de passagens pressionarão a rentabilidade das companhias aéreas. Nesse setor, a Gol contará com a vantagem de ter se tornado a patrocinadora oficial da seleção brasileira de futebol, no lugar da TAM, e se beneficiará da exposição da marca.
Em relação aos gastos para melhorar a infraestrutura local, os analistas da Moody's observam que os projetos da Copa correspondem a apenas uma fatia do total de investimentos em andamento no Brasil. O relatório calcula que os aportes para melhoria de estádios, aeroportos, portos e mobilidade urbana equivalem a apenas 0,7% do que será investido no país entre os anos de 2010 e 2014. "O efeito é positivo para as empresas de infraestrutura, mas muito desse impacto já foi sentido", ponderam. Dentre as empresas beneficiadas, eles citam a Invepar e as construtoras Andrade Gutierrez, OAS e Mendes Júnior, que assumiram projetos importantes de infraestrutura.





segunda-feira, 31 de março de 2014

Postado por Lucio Neto On 00:12 0 comentários

VAIDADE E MAU-CARATISMO PUROS. O RETRATO DA ESQUERDA BRASILEIRA 50 ANOS DEPOIS

Nunca me deixei enganar por esta esquerda brasileira que pinta ser comunista e não passa de simples adoradores de Cuba.
Nos momentos mais quentes do regime eu morava no Rio de Janeiro e vivia no centro da crise, pois era ator teatral e convivia com os intelectuais da época - atores também - hoje famosos graças à televisão.
A minha consciência política se formou ali. Aprendi que uma história tem sempre duas versões e cabe a você analisar os fatos e discernir sobre a verdade.
Apesar dos papos comunistas dos ex-colegas do Grupo Opinião, pois é, trabalhei no mais comunista de todos os grupos teatrais do Rio, eu entendia que o movimento de 64 era benéfico ao país.
À época, esperávamos com certa ansiedade, a edição vespertina do jornal Última Hora, para sabermos das novidades. Um exemplar era compartilhado entre amigos. É claro que eu também me condoía com certas histórias de torturas que eram contadas. 
Hoje, sabemos que a maioria era farsa, pura balela. Apenas histórias para levantar o moral da tropa e a revolta de inocentes que nelas acreditavam e transferiam os seus ódios e suas frustrações aos militares governantes.
Ah! Porque tinha censura. Sim, tinha censura sim. E hoje, temos ou não temos censura? A diferença é que no regime militar a censura era feita por censores e no regime petista é feita com o seu dinheiro, que paga milhões e milhões de reais no formato de publicidade em seus diferentes estilos, aos veículos de comunicação, que só divulgam aquilo que o regime permite.
O regime militar sempre esteve ao lado do povo, enquanto que o regime petista só beneficia os seus aliados que enchem os bolsos de dinheiro, o seu dinheiro. Não constroem nada. Apenas destroem como fizeram com a Petrobras, Eletrobras, Caixa Econômica, Banco do Brasil, BNDES e outros.
Esses governantes de hoje são os mesmos que combateram o regime militar. Eram eles que queriam implantar o comunismo no país. Assaltaram e mataram gente inocente em nome do regime comunista.
O revide dos militares não foi contra o cidadão brasileiro honesto e trabalhador (caso que Cuba de Fidel e Che não distingue), e sim contra esses guerrilheiros treinados em Cuba.
Os black-bostas é uma invenção dessa turma para desestimular a participação popular em manifestações públicas contra este regime petista cubano.
Assim, nos 50 anos do Movimento de 64, que não foi uma revolução militar e sim uma intervenção a pedido do povo brasileiro, que já não aguentava mais a situação caótica que vivia o país, faço este relato. 
Pois é esta grande massa de brasileiros que conclama a volta dos militares, porque a situação é mais caótica do que em 64. O nível de corrupção, por exemplo, é mais de mil por cento superior. 
O Congresso Nacional é uma gracinha a serviço do regime petista que recebe mesadas após cada votação de interesse do regime.
Estão confundindo democracia com uma grande esculhambação que virou este país. Trouxeram uma copa de mundo para disfarçar os ajustes finais ao grande plano de transformação do país em uma filial cubana.
A minha crença é que os militares sejam contagiados pelo movimento de 64 e venham a intervir deportando esta turma para o lugar que eles mais adoram - Cuba.

A seguir leia o relato de uma jornalista, ex-guerrilheira, e de outro jornalista que foi porta-voz do regime de 64.

O povo nas ruas em 64 sem black bostas
A verdade: eu menti
Mirian Macedo
Eu, de minha parte, vou dar uma contribuição à Comissão da Verdade. Fui uma subversivazinha medíocre, mal fui aliciada e já caí, com as mãos cheias de material comprometedor. Não tive nem o cuidado de esconder os jornais da organização clandestina a que eu pertencia, eles estavam no meio dos livros de uma estante, daquelas improvisadas, de tijolos e tábuas, que existia em todas as repúblicas de estudantes, em Brasília naquele ano de 1973.
Já contei o que eu fazia (quase nada). A minha verdadeira ação revolucionária foi outra, esta sim, competente, profícua, sistemática: MENTI DESCARADAMENTE DURANTE 30 ANOS! 
Repeti e escrevi a mentira de que tinha tomado choques elétricos (poucos, é verdade), que me interrogaram com luzes fortes, que me ameaçaram de estupro quando voltava à noite dos interrogatórios no DOI-CODI para o PIC e que eu ficavam ouvindo "gritos assombrosos" de outros presos sendo torturados (aconteceu uma única vez, por pouquíssimos segundos: ouvi gritos e alguém me disse que era minha irmã sendo torturada. Os gritos cessaram - achei, depois, que fosse gravação - e minha irmã, que também tinha sido presa, não teve um único fio de cabelo tocado). 
Eu menti dizendo que meus algozes diversas vezes se divertiam jogando-me escada abaixo, e, quando eu achava que ia rolar pelos degraus, alguém me amparava (inventei um trauma de escadas", imagina). A verdade: certa vez, ao descer as escadas até a garagem no subsolo, alguém me desequilibrou e outro me segurou, antes que eu caísse.
Quanto aos empurrões de que eu fui alvo durante os dias de prisão, não houve violência nem chegaram a machucar nada mais que um gesto irritado de um dos inquisidores, eu os levava à loucura, com meu enrolation. Sou rápida no raciocínio, sei manipular as palavras, domino a arte de florear o discurso. Um deles repetia sempre: "Você é muito inteligente. Já contou o pré-primário. Agora, senta e escreve o resto".
Quem, durante todos estes anos, tenha me ouvido relatar aqueles dias em que estive presa, tinha o dever de carimbar a minha testa com a marca de "vítima da repressão". A impressão, pelo relato, é de que aquilo deve ter sido um calvário tão doloroso que valeria uma nota preta hoje, os beneficiados com as indenizações da Comissão da Anistia sabem do que eu estou falando.
Ma va! Torturada?! Eu?! As palmadas que dei na bunda de meus filhos podem ser consideradas tortura inumana se comparadas ao que (não) sofri nas mãos dos agentes do DOI-CODI. Que teve gente que padeceu, é claro que teve. Mas alguém acha que todos nós que saíamos da cadeia contando que tínhamos sido barbaramente torturados falávamos a verdade? 
Não, não é verdade. Noventa e nove por cento das barbaridades e torturas eram pura mentira! Por Deus, nós sabemos disto! Ninguém apresentava a marca de um beliscão no corpo. Éramos barbaramente torturados e ninguém tinha uma única mancha roxa para mostrar! Sei, técnica do torturadores. Não, técnica de torturado, ou seja, mentira.
Mário Lago, comunista até a morte, ensinava: "quando sair da cadeia, diga que foi torturado. Sempre." A pior coisa que podia nos acontecer naqueles "anos de chumbo" era não ser preso. Como assim, todo mundo ia preso e nós não? Ser preso dava currículo, demonstrava que éramos da pesada, revolucionários perigosos, ameaça ao regime, comunistas de verdade! Sair dizendo que tínhamos apanhado, então! Mártires, heróis, cabras bons.
Vaidade e mau-caratismo puros, só isto. Nós saímos com a aura de heróis e a ditadura com a marca da violência e arbítrio. Era mentira? Era, mas, para um revolucionário comunista, a verdade é um conceito burguês, Lênin já tínhamos nos ensinado o que fazer.
E o que era melhor: dizer que tínhamos sido torturados escondia as patifarias e amarelões que nos acometiam quando ficávamos cara a cara com os "ômi". Com esta raia miúda que nós éramos, não precisava bater. Era só ameaçar, a gente abria o bico rapidinho.
Quando um dia perguntaram-me se eu queria conhecer a marieta, pensei que fosse uma torturadora braba. Mas era choque elétrico (parece que marieta era uma corruptela de maritaca (nome que se dava à maquininha que rodava e dava choque elétrico). Eu não a quis conhecer.
Relembrar estes fatos está sendo frutífero. Criei coragem e comecei a ler um livro que tenho desde 2009 (é mais um que eu ainda não tinha lido): "A Verdade Sufocada - A história que a esquerda não quer que o Brasil conheça", escrito pelo coronel Carlos Alberto Brilhante Ulstra. Editora Ser, publicado em 2007. Serão quase 600 páginas de verdade sufocada"? Vou conferir.

O povo nas ruas em 64 sem black bostas
O QUE FOI 31 DE MARÇO DE 1964
Por Alexandre Garcia
(...)
"A esquerda brasileira, por outro lado, adora tratar os seus guerrilheiros como heróis. Guerreiros que pegaram em armas contra a opressão; que sequestraram, explodiram e mataram em nome do seu ideal.E aí eu pergunto: os crimes deles são menos importantes que os praticados pelos militares? O sangue dos soldados que tombaram é menos vermelho do que o dos guerrilheiros? Ações equivocadas de um lado desnaturam o caráter nebuloso das ações praticadas pelo outro? Penso que não. E vou além.A lei de Anistia é um perfeito exemplo da nobreza que me referi anteriormente. Porque o lado vencedor (sim, quem fica 20 anos no poder e sai porque quer, definitivamente é o lado vencedor) concedeu perdão amplo e irrestrito a todos os que participaram da luta armada. De lado a lado. Sem restrições. Como deve ser entre cavalheiros. E por pressão de Figueiredo, ressalto, desde já. Porque havia correntes pressionando por uma anistia mitigada.
Esse respeito, entretanto, só existiu de um lado. Porque a esquerda, amargurada pela derrota e pela pequenez moral de seus líderes nada mais fez, nos anos que se seguiram, do que pisar na memória de suas Forças Armadas. E assim seguem fazendo. Jogando na lama a honra dos que tombaram por este país nos campos de batalha. E contaminando a maneira de pensar daqueles que cresceram ouvindo as tolices ditas pelos nossos comunistas. Comunistas que amam Cuba e Fidel, mas que moram nas suas coberturas e dirigem seus carrões. Bem diferente dos nossos militares, diga-se de passagem.
Graças a eles, nossa juventude sente repulsa pela autoridade. Acha bonito jogar pedras na Polícia e acha que qualquer ato de disciplina encerra um viés repressivo e antilibertário. É uma total inversão de valores. O que explica, de qualquer forma, a maneira como tratamos os professores e os idosos no Brasil.Então, neste dia 31 de março, celebrarei aqueles que se levantaram contra o mal iminente. Celebrarei os que serviram à Pátria com honra e abnegação. Celebrarei os que honraram suas estrelas e divisas e não deixaram nosso país cair nas mãos da escória moral que, anos depois, o povo brasileiro resolveu por bem colocar no Poder."
Bem feito. Cada povo tem os políticos que merece.
Se você não gosta das Forças Armadas porque elas torturaram e mataram, então, seja, pelo menos, coerente. E passe a nutrir o mesmo dissabor pela corja que explodiu, sequestrou e justiçou, do outro lado. Mas tenha certeza que, se um dia for necessário sacrificar a vida para defender nosso território e nossas instituições, você só verá um desses lados ter honradez para fazê-lo.


quinta-feira, 27 de março de 2014

Postado por Lucio Neto On 15:10 0 comentários

URGENTE! DOIS CASOS GRAVES DE REAÇÃO À VACINA HPV SÃO INVESTIGADOS NO RS

Adolescentes de 11 e 13 anos sofreram convulsões cerca de uma hora após receberam a 1ª dose da medicação.
A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul está investigando dois casos graves de reação à vacina anti-HPV, que vem sendo aplicada na rede pública em adolescentes do sexo feminino entre 11 e 13 anos desde o dia 10 de março. Nos dois casos, as vítimas tiveram convulsões cerca de uma hora após receberam a primeira dose da medicação e precisaram de atendimento médico para reverter o quadro. Ambas passam bem e não correm risco de vida. No Espírito Santo, nove adolescentes passaram mal depois de serem vacinadas na escola em Cariacica.
Os dois casos no Sul foram registrados na semana passada. Um ocorreu em Caxias do Sul e outro em uma cidade não revelada do interior do Estado. Nem a idade e nem a identidade das duas meninas foram informadas pela Secretaria, que também não divulgou os casos publicamente. As reações são consideradas graves pelo Ministério da Saúde porque não há descrição na literatura médica de convulsões como efeitos colaterais após a aplicação da vacina anti-HPV.
Segundo a coordenadora do Programa de Vacinação da Secretaria, Tani Ranieri, as duas adolescentes não precisaram de internação, mas continuam sendo acompanhadas para medir a extensão do problema neurológico que apresentaram. Nenhuma delas tinha histórico de epilepsia, causa mais comum de convulsões, e necessitaram de atendimento de emergência para reverter o quadro. Segundo a coordenadora, o socorro rápido às adolescentes impediu danos maiores.
- Ainda não podemos afirmar que as convulsões foram causadas pela vacina. É necessário ter cuidado nesses casos porque o medicamento pode levar a culpa por problemas anteriores que não eram conhecidos e que foram apenas desencadeados pelo produto, o que não é a mesma coisa – advertiu a coordenadora.
A informação do O Globo Online

Com estes já são 13 casos que se tem conhecimento no país. Leia a série de posts que este blog publicou sobre o tema.



Postado por Lucio Neto On 01:16 4 comentários

O GENERAL AVISA: É BOM SE PREPARAR. O TRANCO VAI SER FORTE!

Após a publicação do post sobre a aprovação do Marco Civil da Internet pela Câmara dos Deputados, em que, este editor, ao final de suas conclusões que apontaram para censura e suspensão das redes sociais, perguntar:  
"...E aí general? Como é que fica?" Recebi de uma amiga, via e-mail, um texto assinado pelo General Paulo Chagas, que compartilho com os leitores desse blog.
Mas, antes, para que o pessoal do MAV - MILITÂNCIA EM AMBIENTES VIRTUAIS DO PT, pare de me encher com mensagens que não serão publicadas, que tentam me convencer de que estou errado em minhas conclusões, segue abaixo um modelo de decreto presidencial que poderá vir a ser assinado pela presidente da República, se os senhores senadores não tomarem uma atitude de macho em defesa das nossas instituições. Leia:

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos

DECRETO

A presidente da República nos termos das suas atribuições previstas no inciso IV do art. 84 da Constituição Federal, em consonância com o art. 9º Parágrafo 1º da Lei Nº 2.126, conhecida como Marco Civil da Internet, tendo em vista o uso abusivo discriminatório das Redes Sociais Facebook, Whatsapp e Twitter, que estão criando uma situação social e política que comprometem os direitos fundamentais do ser humano e gerando instabilidade ao regime democrático

RESOLVE

Suspender, temporariamente, o acesso a estes serviços pela população em geral.

Que seja dada ciência aos órgãos responsáveis e cumpra-se a medida imediatamente.

Revogam-se as disposições em contrário.


Não inventei absolutamente nada. O que está escrito acima, está escrito no decreto aprovado pela Câmara e tem base jurídica, se não aguardem aprovação pelo Senado e todos saberão das verdadeiras intenções desse partido para com o nosso país.
Esse grupo que está acampado no poder é o mesmo grupo que provocou a intervenção das Forças Armadas em defesa da democracia no país. Está completando agora o 50º aniversário.

Lei a seguir o texto que vai assinado pelo General Paulo Chagas:

Líderes Invisíveis 

Quem não está na linha de frente, não tem o direito de abrir a boca para cobrar resultados, principalmente se for estrangeiro. Quem não faz parte do processo deve controlar seus ímpetos e ser prudente ao emitir opiniões emocionais. 
Não é preciso lembrar nem cobrar das nossas FFAA que tenham a coragem, a dignidade, a honra e o patriotismo de salvar nosso país. 
Não se deve confundir a eventual "omissão" de três comandantes militares burocratas das Três Forças com os LÍDERES MILITARES DA ATIVA, totalmente invisíveis à mídia e à população. A Sociedade não os conhece. São anônimos. Vivem confinados em suas Bases Militares, comandando suas tropas, treinando seus efetivos, administrando seus poucos recursos e sofrendo tanto ou mais do que cada um de nós, que ama o Brasil. 
Os Militares vivem conosco este momento de incerteza nacional e sofrem tanto ou mais do que nós. Para os que não se lembram, Militar tem esposa civil. Tem filhos civis. Têm parentes e amigos civis. Os nossos Militares ganham pouco. Conhecem a realidade nacional com muito mais precisão do que nós, graças ao Serviço de Inteligência do Exército Brasileiro, que infiltra seus tentáculos em todo e qualquer movimento social. Temos uma das (poucas) melhores Forças Armadas do Planeta. Somos internacionalmente reconhecidos. Todos os anos, 4 cadetes da Academia West Point - N. Y., USA fazem estágio nas Agulhas Negras, e, 4 cadetes da AMAN, fazem estágio na West Point. Nossos generais combatentes (O General Enzo é engenheiro e não combatente) são reconhecidos como sendo detentores de notória formação militar pelas FFAA dos USA e Rússia, por exemplos. Nossas Academias (Escola Naval, AFA e AMAN são consideradas ilhas de excelência em ensino militar no Mundo. Além disso, as FFAA, enquanto instituições, são perenes e transcendem às eventuais ideias contrárias de seus membros não alinhados com o Dever Constitucional. Portanto, não é necessário ofender, gritar, espernear, xingar, tampouco ficar lembrando aos LÍDERES MILITARES (INVISÍVEIS AO OLHO COMUM), suas atribuições, deveres e obrigações. 
Em primeiro lugar, militar não suporta ouvir choro. Em segundo lugar, não há mais o que se preparar. A Força sempre está preparada! Tudo é uma questão de tempo e melhor oportunidade. Entretanto, a questão é por demais complexa. Não estamos falando de se "fechar a boca de fumo da esquina", estamos falando de uma situação de extrema gravidade que demanda responsabilidade. 
Uma Guerra Civil pode demorar décadas para ser definida (se o for) e pode destruir uma Nação. Isto não é brincadeira de vídeo-game. Há dezenas de milhões de vidas humanas em risco. Mesmo assim, o dever constitucional jamais deixará de ser cumprido. Jamais! O "timing" dos civis" não é igual ao "timing" dos nossos LÍDERES MILITARES INVISÍVEIS DA ATIVA. 
É bom se prepararem, Amigos, pois o tranco vai ser forte! Quem não acreditar, que comece a orar! Ninguém perderá coisa alguma por esperar...
General de brigada Paulo Chagas

“O ser humano não inventa, não cria e nem inova, ele apenas aperfeiçoa.”
Cláudio Eugênio

Quem venham! Por aqui não passarão!
BRAÇO FORTE!
ARMAS ENSARILHADAS ENFERRUJAM E EMPERRAM A LIBERDADE!
É GRAÇAS AOS SOLDADOS E NÃO AOS POLÍTICOS QUE A DEMOCRACIA SE ETERNIZA!