segunda-feira, 14 de novembro de 2011

RETRATOS DO LEGADO DO REGIME PETISTA AO BRASIL

Postado por Lucio Neto On 01:06 0 comentários

A bandalheira com a distribuição do dinheiro público às ONGs - peça central dos escândalos do governo do PT - não se trata de uma simples coincidência. Primeiro porque coincidência não existe. Se existisse para que serviriam as ciências da matemática e da estatística, heim? O fato é que a partir da implantação do regime petista no país o número de ONGs cresceu de forma gigantesca. Só no Amazonas existem mais de 100 mil. Qualquer Zezinho do Boteco da Esquina tem uma ONG que se tornou a via de escoamento do roubo e da esculhambação. Este fato, é apenas um dos legados desse regime ao país. 
Se o brasileiro ainda não aprendeu a lição é porque não quis. Um país que não ganha em nada. Saiu mais um dado estatístico que afirma que o Uruguai é o melhor PAÍS para se viver na América Latina. Em 29º lugar, passou Chile e Argentina. O Brasil em 52º, em 110 países.
Diariamente, publico no meu twitter para meus quase 10 mil seguidores, um retrato do Brasil através das notícias reportadas pelos principais jornais e portais. À manchete acrescento um resumo da minha visão sobre o assunto. Selecionei algumas deste domingo. Leia:

Discursando para uma plateia de centenas de militantes no 2º Congresso da Juventude do PT, em Brasília, o ex-ministro da Casa Civil, deputado cassado e réu no processo do mensalão José Dirceu criticou o que chamou de "luta moralista contra a corrupção". Ele foi homenageado pelos organizadores com uma camiseta em que aparece sua imagem, a frase "contra o golpe das elites" e a palavra "inocente". O julgamento do processo do mensalão pode acontecer no próximo ano.


Oposição acusa ministro de mentir à Câmara ao negar elo com dono de ONG
O titular da pasta do Trabalho, Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, teve sua situação política agravada ontem e pode deixar o cargo antes mesmo da reforma ministerial prevista para ocorrer no início do próximo ano.
Reportagem publicada pela revista Veja deste fim de semana afirma que Lupi viajou pelo interior do Maranhão a bordo de uma aeronave agenciada por Adair Meira, dirigente da Pró-Cerrado. Em audiência no Congresso na última quinta-feira, Lupi negou relação com Meira: "Eu não tenho relação nenhuma com seu Adair", disse ele, em depoimento aos deputados. Até ontem à noite, a assessoria da pasta não havia negado que Lupi viajara ao lado de Meira.


Brasileiros consomem até 1 tonelada de crack por dia
Produzido até na Amazônia e com métodos rudimentares de refino e distribuição, o crack já consolidou no Brasil uma indústria que movimenta diariamente R$ 20 milhões. Estimativas da Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados e da Polícia Federal indicam que os brasileiros consomem, todos os dias, entre 800 quilos e 1,2 tonelada da "pedra", a droga ilícita campeã em mortes rápidas e no flagelo da degradação familiar.


DF registra quase dois sequestros relâmpagos por dia e assusta brasilienses
Após passar cerca de duas horas em poder de criminosos, *Marisa, 69 anos, decidiu vender o carro. Vítima de sequestro relâmpago no último dia 24, a aposentada mudou os hábitos radicalmente (leia depoimento na página 30). O episódio de violência a fez desistir de dirigir, sair à noite e ir a locais públicos sozinha. Até as visitas à casa da filha passaram a ser feitas com menor frequência.
Ela faz parte de um grupo cada vez maior de brasilienses que abriu mão de uma rotina em nome da segurança. O medo se justifica pela quantidade de homens e mulheres levados por marginais em saídas de bancos, próximo a bloco residenciais ou em áreas de comércio. Dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) indicam que, nos primeiros nove meses de 2011, 470 pessoas foram mantidas reféns por bandidos após serem abordadas em locais públicos. Média de quase duas ocorrências por dia.


Lixo hospitalar não tem coleta em 60% das cidades do RN
No Rio Grande do Norte, cerca de 60% dos municípios (98 de 167) envia o lixo hospitalar para lixões a céu aberto. A média fica bem acima da regional (11,5%) e da nacional (15,4%). Os riscos dessa prática são potencialmente distribuídos para toda a população, não se limitando a catadores de resíduos ou a quem sobrevive de reciclagem de material. O incidente com o Césio 137 em Goiania, no ano de 1987, ilustra bem as possibilidades de danos que existem por trás do descarte do lixo proveniente de hospitais, unidades de saúde, clínicas e necrotérios sem o devido cuidado e procedimentos previstos. Em setembro daquele ano, Roberto Santos Alves e Wagner Mota Pereira, catadores de sucata, entraram nas antigas instalações do Instituto Goiano de Radioterapia, em Goiás, e saíram carregando um cilindro de ferro de mais de cem quilos. Eles tentaram abrir o cilindro com uma marreta durante uma semana. Depois, venderam o cabeçote de uma bomba de Césio 137, usada em tratamento de câncer, para  Devair Alves Ferreira, dono de um ferro-velho. Devair   violou o lacre e encontrou uma pedra azul no interior do cilindro. Ofereceu a 'joia' à mulher, distribuiu pequenos pedaços entre vizinhos e parentes. Pelo menos, onze pessoas morreram, 250 se contaminaram e 600 entraram para o grupo de risco em função do 'espalhamento' do Césio 137.


Missa de cura, um fenômeno da fé na igreja de Neopólis em Natal
Uma multidão de fiéis em busca de um milagre, de uma graça, de paz de espírito. Por quase duas horas milhares de pessoas rezam, cantam e meditam juntas. Emoção e fé. Esse é o retrato da missa de cura e libertação que acontece há 10 anos na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Neópolis, e atrai cerca de duas mil e quinhentas pessoas em cada celebração. As ruas no entorno da paróquia precisam ser fechadas neste dia porque o prédio da igreja há muito tempo não comporta o número de fiéis. Pessoas de todas as idades: de idosos a crianças de colo; homens, mulheres; moradores de cidades do interior, muitos dos participantes vêm de longe, exclusivamente para a missa. Faltam palavras para definir o que é a missa de cura. O comerciante Fabio Teixeira, de 45 anos, tenta: "É um fenômeno".


RN soma 244 dias de greves e vários prejuizos
Em uma greve, os prejuízos causados à população são imensuráveis. Como normalmente elas paralisam por tempo indeterminado algum serviço público, a população é a principal prejudicada. Afinal, o patrão do servidor público é o povo. Não é para menos que 2011 está sendo um ano atípico. Hoje, domingo, 13 de novembro, o ano vive seu 317º dia, dos 365 que totalizam o calendário. Até agora, durante o corrente ano, em pelo menos 244 dias houve greve de algum serviço público, conforme levantamento feito por O Poti/Diário de Natal. Ou seja, em 2011 algum serviço só não ficou paralisado durante 73 dias. Foi a folga dada pelos grevistas aos governantes de plantão.


Divisão do Pará é rejeitada por 58% dos eleitores, diz Datafolha
A divisão do Pará é rejeitada por 58% dos eleitores do Estado, de acordo com pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta sexta-feira (11).
A pesquisa, encomendada em uma parceria entre Folha, TV Liberal e TV Tapajós (afiliadas da Rede Globo no Pará), ouviu 880 eleitores paraenses de 7 a 10 de novembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
Foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 46041/2011. O plebiscito ocorrerá no dia 11 de dezembro.
O percentual de rejeição é o mesmo tanto para a criação do Carajás (sudeste do Pará) como para a criação do Tapajós (oeste).
Os favoráveis aos novos Estados são 33%, para ambos os casos.


O Qatar já começou a planejar a segurança da Copa do Mundo de 2022. O secretário-geral do comitê organizador do Mundial, Hassan Al Thawadi, contratou no último sábado a ICSS (Centro Internacional de Segurança Esportiva) para desenvolver o plano estratégico do evento.
A empresa foi aberta neste ano no país e reúne uma série de especialistas na área. O alemão Helmut Spahn, chefe da segurança da Copa do Mundo de 2006 e do Mundial feminino da Fifa deste ano, faz parte do grupo.
A assinatura do contrato ocorreu na abertura da "Aspire4Sport", uma das maiores feiras de esporte do mundo. Os jogadores da seleção brasileira vão participar neste domingo do evento.


A maioria dos estudantes da USP em São Paulo é a favor da presença da Polícia Militar na Cidade Universitária.
Pesquisa feita pelo Datafolha na última quarta-feira com alunos de 28 unidades aponta que 58% deles apoiam o policiamento no campus, na zona oeste da capital.
A polêmica sobre o convênio firmado entre reitoria e PM, em vigor há dois meses, está no centro dos protestos que agitam a universidade desde o final de outubro.
O aval aos policiais militares no campus, no entanto, não é homogêneo. Tem ampla maioria em exatas (77% a favor) e biológicas (76%), mas é minoritário em humanas (40% a favor e 54% contra).
Na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) -onde a detenção de três estudantes com maconha serviu como estopim das manifestações-, 70% dos alunos são contrários.


A menos de um mês e meio do Natal, há no mercado uma espécie de "liquidação" de bens de consumo de alto valor. São imóveis, carros, eletrônicos e móveis, ofertados com descontos e condições facilitadas de pagamento, no melhor período de vendas do ano para o varejo. Normalmente, os preços sobem e as facilidades diminuem nessa época do ano. Mas não é isso que se vê hoje.
O movimento de liquidações de produtos dependentes do crédito reflete, na opinião de especialistas, a mudança de cenário. Até julho, a projeção de mercado para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2011 chegava a 4,6%. Hoje está em 3,2%, aponta o Boletim Focus do Banco Central (BC). Essa mudança fez crescer o encalhe de itens de alto valor, cujo custo para mantê-los em estoque é elevado.



0 comentários:

Postar um comentário

Evite enviar comentário como "Anônimo". Crie um username, um nome fantasia, e acrescente o seu Estado. São 4 maneiras:
01 - Entre com sua ID do Google e digite a senha;
02 - Sua ID de outras redes sociais;
03 - Nome/URL. Aqui basta você colocar seu nome (se desejar), um nome ficticio e coloque o seu Estado. Se tiver um site ou um blog pode colocar o endereço no espaço abaixo;
04 - Anônimo. O que nós pedimos para você envitar. Mas, se optar por esta forma, tudo bem.