quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A VERDADEIRA HISTÓRIA DA EXPULSÃO DO PARAÍSO DE ADÃO E EVA. LEIA NO CAPÍTULO X

Postado por Lucio Neto On 00:55 15 comentários

Neste capítulo, o X da série 2012 - O RETORNO DOS ANUNNAKI, o professor Zecharia Sitchin nos relata a verdadeira história da expulsão do Paraíso de Adão e Eva. Aquela história do Pecado Original que afirma que Adão comeu do fruto proibido é uma grandíssima balela. Esse fato, inclusive, foi o que tornou o sexo entre o homem e a mulher como algo proibido, censurável. Quando, na verdade, o sexo é uma coisa linda, livre e foi uma das modificações genéticas processadas em Adão e Eva, pelos cientistas Anunnaki, permitindo que àqueles que foram criados à sua imagem e semelhança, também pudessem procriar. No entanto, nas narrativas bíblicas, a história é vendida como pecado. Pecado, meu senhor, é a pedofilia, quando verdadeiros criminosos se escondem atrás de suas vestes religiosas e abusam sexualmente de crianças indefesas. E o pior de tudo é que esses criminosos ficam impunes protegidos pelos poderosos senhores donos dessas seitas religiosas.
Adão e Eva não foram expulsos do Edin por praticarem sexo. O motivo foi outro. Leia o relato do professor Sitchin, de trechos transcritos de um dos seus livros, que é a tradução das tábuas de argila deixadas pelos sumérios séculos antes da Bíblia:

QUANDO O PARAÍSO FOI PERDIDO
A Expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden, que seria uma quebra deliberada e decisiva dos elos entre Adão e seus criadores, não foi definitiva, afinal de contas. Se fosse, os registros de Encontros Divinos teriam terminado aí mesmo. Em vez disso, a Expulsão foi apenas o início de uma nova fase nesse relacionamento, que pode ser caracterizada como esconde-esconde, na qual os encontros diretos se tomaram raros, e visões ou sonhos recursos divinos. O início desse relacionamento pós-paraíso não foi nada auspicioso; na verdade, foi trágico. Sem intenção, trouxe a emergência de novos humanos, o Homo sapiens sapiens.
Da forma como aconteceu, tanto a tragédia quanto suas conseqüências plantaram as sementes da desilusão divina com a humanidade. Não foi a Expulsão do Paraíso um assunto muito escolhido para orações sobre a "Queda do Homem", que constituiu a verdadeira motivação para deixar que o Dilúvio varresse a humanidade da face da Terra. Em vez disso, foi um incrível ato de fratricídio: quando toda a humanidade totalizava quatro (Adão, Eva, Caim e Abel), um irmão mata o outro! E o motivo? Relacionado a Encontros Divinos... A história, conforme narrada pela Bíblia, começa quase como um idílio: E Adão conheceu Eva, sua mulher E ela concebeu e deu à luz Caim e disse:" Adquiri um homem com o (auxílio de) Iavé".E tornou a dar à luz seu irmão, Abel. E foi Abel pastor de ovelhas. E Caim foi lavrador da terra. Dessa forma, em apenas dois versos, a Bíblia leva o leitor a uma fase totalmente diferente na história das experiências humanas e estabelece o clima para o Encontro Divino seguinte. A despeito do rompimento entre Deus e Homem, Iavé ainda observa a humanidade. De alguma forma - a Bíblia não fornece os detalhes -, os grãos e o gado foram dominados, com Caim tornando-se um agricultor, e Abel um pastor. (Figura 1)

Figura 1
O primeiro ato do irmão é oferecer as primeiras frutas a Iavé, em gratidão. O ato implica um reconhecimento de que é graças à divindade que as duas formas de alimentação se tomaram possíveis. O privilégio de um Encontro Divino era esperado; mas... E voltou-se Iavé para Abel e para a sua oferta; e para Caim e para sua oferta não se voltou.E irou-se muito Caim,e descaiu-lhe o semblante.Talvez alarmada por esse ocorrido, a divindade fala diretamente a Caim, tentando dissipar sua ira e desapontamento. Mas não obteve resultado. Quando os dois irmãos estavam sozinhos no campo, "levantou-se Caim contra seu irmão, Abel, e o matou”. Iavé logo estava exigindo explicações de Caim. "Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim, desde a Terra", protesta Iavé, em ira e desespero. Caim é punido, condenado a vagar pela Terra, que também é amaldiçoada, perdendo a fertilidade. Reconhecendo a magnitude de seu crime, Caim fica com medo de ser morto por vingadores desconhecidos. "E Iavé colocou em Caim um sinal para que não o ferissem, quem quer que o encontrasse."O que seria essa "marca de Caim"? A Bíblia não diz, e os incontáveis palpites não passam disso: palpites. Nossa opinião (exposta em Os Reinos Perdidos) é que pode ter sido uma alteração genética, tal como privar a descendência de Caim de pêlos faciais - uma marca que seria imediatamente reconhecida por quem quer que a encontrasse. Uma vez que essa é a marca típica dos ameríndios, sugerimos que desde que "E saiu da presença de Iavé e habitou na terra de Nod, ao oriente do Éden", suas perambulações levaram-no, e a sua descendência, mais para o interior da Ásia e para o Oriente, atravessando o Pacífico a seu tempo para estabelecer-se na América Central. Quando suas andanças terminaram, Caim teve um filho, a quem chamou de Enoque, e construiu uma cidade "e chamou o nome da cidade como o nome de seu filho". Temos lembrado que as lendas astecas chamam sua capital de Tenochtitlán, "Cidade de Tenoch", em honra aos ancestrais que vieram do Pacífico. Como eles colocavam o som de "T" antes de várias palavras, a cidade poderia realmente ter o seu nome derivado do de Enoque. Qualquer que fosse a natureza da marca ou o destino de Caim, fica claro que esse ato final no drama Caim-Abel exigiu um Encontro Divino direto, um contato imediato entre a divindade e Caim, de forma que a "marca" pudesse ser colocada. Assim, conforme o desenrolar dos relacionamentos entre Homem e Deus, foi uma ocorrência rara depois da Expulsão do Paraíso. (Figura 2)

Tenochtilan, a capital asteca, criada por Caim para o filho Enoque (Figura 2)
Segundo o Gênesis, foi apenas com o sétimo patriarca antediluviano (numa linhagem que começou com Adão e terminou com Noé) que os Elohim provocaram um Encontro Divino direto; estava relacionado com Enoque, que, com a idade de 365 (um número de anos igual ao de dias no ano), "andou com os Elohim", depois partiu "levado pelos Elohim" para juntar-se a eles em sua habitação. Mas ainda que Deus revelasse a si mesmo tão raramente, a humanidade - segundo a Bíblia - continuava a "escutá-lo". Quais seriam os canais para esses encontros indiretos? Para descobrir a resposta a esses tempos primitivos, precisamos buscar informações nos livros extrabíblicos, dos quais um é o Livro dos Jubileus.

Chamado pelos estudiosos de pseudo epígrafe do Velho Testamento, inclui o Livro de Adão e Eva, que sobreviveu em várias versões traduzidas desde o armênio e o eslavo até o sírio, o arábico e o etíope (mas não no original hebraico). Segundo essa fonte, o assassinato de Abel por Caim foi previsto por Eva, num sonho em que ela viu" o sangue de Abel sendo derramado na boca de Caim, seu irmão". Para evitar que o sonho se tornasse realidade, foi decidido "fazer para cada um deles um espaço separado, e fizeram de Caim um agricultor, e de Abel um pastor". Mas a separação não adiantou. De novo Eva teve o sonho (dessa vez é chamado pelo texto de "visão"). Acordado por ela, Adão sugere que "vão e vejam o que aconteceu a eles". "E os dois foram, e encontraram Abel assassinado pela mão de Caim. "Os acontecimentos, conforme registrados no Livro de Adão e Eva, então descrevem o nascimento de Seth (que significa "substituição", em hebraico) "em lugar de Abel". Com Abel morto e Caim banido, Seth (como o nome aparece nas traduções) era agora herdeiro do patriarca e sucessor de Adão. E, assim, quando Adão ficou doente e aproximou-se da morte, ele revelou a Seth "o que vi e ouvi depois que sua mãe e eu fomos expulsos do paraíso”. Veio a mim Miguel, o arcanjo, um emissário de Deus. E vi uma carruagem como o vento, e suas rodas pareciam em fogo. E fui carregado até o Paraíso dos Justo se vi o Senhor sentado; mas Seu rosto era um fogo flamejante que não podia ser encarado. Embora não pudesse suportar a visão, escutou a voz de Deus dizendo a ele que, por haver transgredido a lei do Éden, estava destinado a morrer. Então o arcanjo Miguel levou Adão da visão do paraíso e o trouxe de volta. Concluindo a narrativa, Adão aconselhou Seth a evitar o pecado e a ser justo e seguir os mandamentos de Deus. 


É importante que se entenda as referências dos sumérios, quando falam de "deuses", pois esses eram os astronautas, os extraterrestres Anunnaki. Eles, os Anunnaki, quando se referiam à Deus, falavam do "Logus Criador". É possível que a figura de Deus não seja um elemento físico e sim algo grandioso como a energia que gera a vida no espaço, no infinito e dá origem à propria vida.
Neste texto do professor Sitchin é possível entender que o verdadeiro motivo do primeiro crime praticado entre dois seres humanos - Caim e Abel - foi o ciúme. Aliás, ciúme que também está presente na briga dos dois irmãos Enki e Enlil, que resultou na explosão da primeira bomba atômica sobre a Terra e deu fim a civilização suméria.
Os Anunnaki nos legaram além da própria vida, através de suas experiências genéticas, os códigos de honra e conduta humanas, além, é claro, da tecnologia que herdamos. Temos 97% de DNA dos Anunnaki, os nossos pais genéticos. Razão, pela qual, eram chamados de deuses. E, fomos feitos, à sua imagem e semelhança.

LEIA TAMBÉM: PREFÁCIO   CAPÍTULO I    CAPÍTULO II  CAPÍTULO III  CAPÍTULO IV  CAPÍTULO V  CAPÍTULO VI   CAPÍTULO VII   CAPÍTULO VIII  CAPÍTULO IX CAPÍTULO XI  CAPÍTULO XII

15 comentários:

Meu Prezado Lúcio Neto,

O meu intuito não é a polêmica pela simples polêmica. Tenho admiração por você e respeito.
Gostaria que apenas com base em toda essa história dos sumérios quem foi que fez essa civilização? Ou, mais ainda, quem criou os deuses dessa civilização? E, mais ainda profundamente, quem veio antes de tudo?

Um grande abraço
Walfredo

Caro Walfredo,
Segundo a ciência quem veio antes de tudo foi o Big-Bang. De acordo com os Anunnaki, pela narração dos sumérios, existe o Logus Criador. Estou pesquisando para saber mais detalhes para, também, entender essa história do antes do antes. O que tento demonstrar para os leitores não é que não exista um DEUS. Essa não é a questão. A questão é o uso da história mal versada para favorecer objetivos de poder e riqueza por parte de políticos, governos e religiosos. Como é possível observar pelos fatos narrados até o momento, a verdade tem sido omitida sempre. Com que interesse? Nos manter escravos e ignorantes a respeito dos fatos reais da nossa vida e existência.
Longe de mim afirmar que não exista um DEUS. Não existem provas científicas nem que sim e nem que não. O que posso afirmar, com base nos fatos apresentados, é que se DEUS existe, seguramente, ele não tem representante neste Planeta Terra. A nossa história começa com os Anunnaki e a prova científica existe que são as tábuas de argila, cerca de 400, autenticadas pelo teste de C14. O resto é invenção de pessoas metidas a espertas que, através de uma rede de comunicação, há séculos, têm difundidas mentiras e mais mentiras.

Pelo que entendi eles modificaram uma vida que já existia por aqui....hominídeos....ou seja, já existia vida no planeta terra quando eles chegaram aqui....eles apenas modificaram genéticamente uma espécie já existente que também são nossos ancestrais...é isso?
De onde será que surgiu esta primeira etapa de vida? Será que foi provavelmente do Logus Criador?

Abraços
Marcos

Marcos,
Essa raça não tinha inteligência. Os Anunnaki, na realidade, através de várias tentativas no processo de inseminação artificial, chegaram ao primeiro homem sapiens conhecido como Adamo ou Adão. A modificação genética ocorreu, mas numa espécie sem inteligência. Num dos capítulos falamos que a ciência já comprovou que temos 97% de DNA extraterrestre. Então os Anunnaki são os nossos ancestrais de fato. Antes disso, te confesso que não disponho de dados ou informações. Os Anunnaki falam de um Logus Criador. É possível que seja isto isso.

Caro amigo, gostaria de parabeniza-lo pela publicação e pelos comentários realizados até agora. De nossa parte acredito que seja necessária a coragem de afrontar nossas crenças, e através da inteligência acordar para o circo que montaram para nos entreter e desviar nossa atenção. Quanto aos que lhe criticam apenas deixo a frase de Albertus em Seu Guia Prático de Alquimia: A ingnorância para aluns é uma benção. Um abraço.

Ninguem pode afirmar que a expulsão de Adão e Eva se deu por causa da práica do sexo, pois isso seria algo normal e estabelecido como parte natural da vida deles para a procriação da espécie por outro lado qualquer padrão diferente relacionado ao sexo surgiu depois como desvio de comportamento.

Eu não acredito que Deus expulsou Adão e Eva por causa de sexo . mas sim por desobediencia ,sendo que Deus falou para eles que poederiam comer de tudo que havia no paraiso menos da tal arvore .Desobedeceram e por isso foram expulsos.

Acredito que essa historia dos anunaki é muito interessante , mas existem tantas brechas quanto há na biblia.Por exemplo , um logus criador que desenvolve uma vida na terra , seja o tipo de ominideo, ou neandertal que seja , e aparecem seres , humanos mas com uma ciencia superior a nossa e manipula geneticamente as criaturas que aqui habitavam e ainda melhoram essas criaturas , pois as versões originais não eram providas de inteligencia,vejo nisso uma superioridade anunaki ao proprio logus criador, pois eles vieram aqui , em um mundo que ja existia ,Feito plo logus criador modificaram e pintaram o 7 e praticamente se apossaram de tudo que havia sido criado anteriormente, não me resta outra opção á não ser pensar que esse logus criador é um FRACO ao permitir tal coisa.
Não sou defensor da biblia , até porque acho que ela é um erro em sua compilação pelo catolicismo, tao pouco da religião que é maior DESGRAÇA da humanidade , mas as escrituras ainda são mais coerentes do que esse relatos sumerianos confusos.Quando digo escrituras estou me referindo a todos os livros que inclusive foram deixados de ser acrescentados na biblia por interesse de bipos e lideres da igreja catolica.

nunca Adão é Eva, foram expulso por causa do sexo e sim por causa que comeram do fruto que DEUS o proibio, alertando que no dia em que comerem certamente morreriam. Eva foi enganada pelo inimigo satanás, que à assim persuadindo a eva a comer do fruto deixando sua inocência para trás Adão sabendo que DEUS alertou ele para que não ficasse sozinho comeu também do fruto para poder ser expulso junto a EVA,chegando DEUS no jardim do Éden satanás disse aos dois se esconda, por que DEUS vai ver as sua nudez, e eles se esconderam, e ouviram a voz de DEUS os chamando ADÃO, EVA, os dois sairam e falaram para DEUS que se escondiam por causa de sua nudez estava com vergonha do senhor, assim conhecendo o bem do mal e foram expulso para que não voltasse e comessem do fruto e vivessem para sempre,O livro de mórmon algumas passagens:
22 E então, eis que se Adão não houvesse transgredido, não teria caído, mas permanecido no jardim do Éden. E todas as coisas que foram criadas deveriam ter permanecido no mesmo estado em que estavam depois de haverem sido criadas; e deveriam permanecer para sempre e não ter fim.
23 E não teriam tido afilhos; portanto teriam permanecido num estado de inocência, não sentindo alegria por não conhecerem a miséria; não fazendo o bem por não conhecerem o pecado.24 Mas eis que todas as coisas foram feitas segundo a sabedoria daquele que tudo aconhece.
25 aAdãobcaiu para que os homens cexistissem; e os homens existem para que tenham dalegria.

Que o Senhor em sua infinita bondade tenha misericórdia de tanta ignorancia

Prefiro a minha ignorância à sua sabedoria. AMÉM!

me falara q dpos q adao e eva faram espulsos do paraisso emcomtraram um povoado isso e vdd

Entendo perfeitamente que a nossa humanidade recebeu apoio em todos os aspectos dos extra terrestres, nos primórdios. Mas sem o aspecro espiritual, vai ficar muito difícil pra certas mentes entender os relatos do sr sitchin. Recomendo, para os que são livres de preconceito, a leitura do livro "a caminho da luz", psicografado por Francisco Candido Xavier.

Gostei, além de se encontra várias aberturas na história, porém muito melhor do que dizer que a mulher foi a culpada por prolifera o pecado a humanidade!

Primeira mente temos que considerar a destruição das bibliotecas do passado. E o que realmente ocorreu em Alexandria.
Depois o sexo fica como um enigma contraditório. Se uma coisa existe por causa de continuidade e depois fica mercê dos aspectos culturais,históricos,filosóficos e comportamentais humanos.
Algo com relação ao sexo está mal explicadovobviamente. Se existe uma explicação sobre a origem da humanidade e essa origem tem algo a mais. O que há por detrás de tudo vai esconder essa verdade.
O fato é que os teólogos cristãos preferem inventar explicações para uma metáfora mais fechada a sete chaves de todos os tempos.
Adão e Eva. O que ocorreu está lacrado,agora eu me pergunto quando realmente saberemos. O ponto crucial é o sexo e a contradição humana.


Postar um comentário

Evite enviar comentário como "Anônimo". Crie um username, um nome fantasia, e acrescente o seu Estado. São 4 maneiras:
01 - Entre com sua ID do Google e digite a senha;
02 - Sua ID de outras redes sociais;
03 - Nome/URL. Aqui basta você colocar seu nome (se desejar), um nome ficticio e coloque o seu Estado. Se tiver um site ou um blog pode colocar o endereço no espaço abaixo;
04 - Anônimo. O que nós pedimos para você envitar. Mas, se optar por esta forma, tudo bem.